JoinUs

Nossa política para incorporar novos nós na rede

O CEBEM está aberto à possibilidade de incorporar novos nós na rede. Normalmente, espera-se que novos nós sejam representados por grupos de pesquisa, em vez de indivíduos isolados. Por esse motivo, normalmente presume-se que as candidaturas serão endossadas por mais de um pesquisador com tradição em Biologia Estrutural, Bioimagem e/ou Bioimagem Integrativa.

O processo para se tornar membro do CEBEM é simples e pode ser feito enviando uma carta de interesse ao coordenador geral do CEBEM. Posteriormente, as candidaturas serão avaliadas pelo conselho geral do CEBEM, que inclui representantes de todos os nós existentes.

Os novos nós devem aderir à filosofia básica do CEBEM, participando de iniciativas voltadas para a construção de uma comunidade mais forte de Bioimagem Integrativa na América do Sul. As maneiras pelas quais o novo nó poderia participar desse processo devem ser explicitadas na carta de candidatura. Geralmente, espera-se que os membros do novo nó estejam dispostos a se comprometer a participar da organização e execução de cursos avançados em Biologia Estrutural, Bioimagem e/ou Bioimagem Integrativa, bem como no ensino de cursos organizados por outros nós. Além disso, os equipamentos presentes nos laboratórios que compõem o novo nó devem estar disponíveis para outros membros do CEBEM, seguindo, obviamente, as regras locais de acesso e operação.

Por fim, o novo nó, assim como todos os outros, deve fazer todo o esforço possível para identificar oportunidades de financiamento a fim de manter as atividades do CEBEM. Isso pode envolver esforços para tornar o trabalho do CEBEM mais visível para os formuladores de políticas de ciência locais e órgãos de financiamento. Sempre que possível, iniciativas específicas devem ser mencionadas na carta de candidatura.

Let’s keep unlocking the power of collaboration 💪🔬@AdeliaBelem visited @NanotecLNNano supported by our Mobility Fellowships, where she met new colleagues and learned the entire cryomicroscopy routine, including single particle analysis and cryo-tomography 👇

This project has been made possible in part by a grant from the Chang Zuckerberg Initiative DAF, an advised fund of Silicon Valley.